A técnica de Pomodoro no desenvolvimento de software

Técnica de PomodoroQuem nunca chegou no fim do dia e percebeu que o dia não rendeu nada em trabalho útil? Onde foram parar as 8 horas (ou mais) de trabalho?

Geralmente as pessoas tendem a esquecer os minutos gastos no twitter, o tempo lendo notícias no uol, os e-mails respondidos, telefonemas atendidos, perguntas de colegas respondidas, ajudas a secretária para scanear um documento, etc, etc.

Pode não parecer, mas estas “pequenas” interrupções consomem muito tempo que não é gasto efetivamente no trabalho.

E se o trabalho não é feito, surgem os atrasos no projeto (que podem acabar sendo percebidos só no final do prazo em projetos mal administrados), necessidades de horas extras e junto vem o stress e a famigerada “ansiedade do tempo  abstrato”.

O livro “The Pomodro Technique” (veja link para download grátis abaixo no post), define dois tipos de percepção de tempo:

1– “Becoming”: A idéia abstrata de tempo, que nasce do hábito de medir tempo (horas, minutos, etc) e a idéia de estar ficando tarde, a sensação do projeto atrasando, o tempo escoando continuamente sem ter terminado aquela parte do sistema. Esta é a percepção ruim (guarde na memória esta).

2– “Sucessão de Eventos”: uma idéia mais concreta do tempo, a idéia de que uma tarefa sucede a outra: “primeiro eu vou escovar os dentes, depois vou tomar banho, após vou dormir”. Crianças desenvolvem primeiro esta idéia de tempo, antes de desenvolver a idéia abstrata.

A técnica de Pomodoro visa diminuir essa ansiedade de tempo abstrato e aumentar foco, concentração e, consequentemente, a produtividade nas tarefas a serem feitas.

A Técnica de Pomodoro e o Auto-Gerenciamento

A técnica de Pomodoro é simples (até boba, mas os ganhos são maiores do que se imagina), basicamente consiste numa técnica de auto-gerenciamento com o objetivo de fazer com que se mantenha o foco em UMA atividade durante um período de tempo pré-determinado.

O passo-a-passo da técnica:

1– Escolha uma tarefa a ser cumprida.

2– Configure o Pomodoro timer (qualquer ferramente de cronômetro que emita um sinal visível ou sonoro ao acabar o tempo) para 25 minutos.

3– Trabalhe na tarefa até que o pomodoro “toque”, então marque o pomodoro como completo num papel.

4– Faça um intervalo (5 minutos está bom) a cada pomodoro.

5– A cada 4 pomodoros, faça um intervalo maior (uns 20 minutos).

A Técnica de Pomodoro e o Desenvolvimento de Software

A idéia por trás é mudar a forma como o tempo é encarado, em vez de ter a sensação de tempo escoando (becoming), a sensação é substituída por uma percepção de tempo mensurável e fixa, uma janela de tempo (time-boxing).

Você sabe que estará trabalhando focado, só naquela tarefa (bye bye gmail aberto), e não se preocupará com o prazo do projeto, o atraso das atividades, nem nada disso, pois estará focado nos 25 minutos do pomodoro atual, e na tarefa atual, e a ansiedade e stress decorrentes diminuem significativamente segundo estudos feitos.

Parece chato? Nem tanto, você continuará tendo tempo para checar e-mails, ver o twitter, com a diferença de que estará fazendo isso em intervalos de tempo entre os pomodoros, com a consciência tranquila de saber que o trabalho está sendo feito, e que essa distração é importante para o comprometimento no próximo pomodoro.

Para os que sentem que o trabalho não rende como deveria, façam o teste do pomodoro, a melhora na produtividade é muito significativa. E, embora possa parecer fácil aplicar a técnica, não é fácil manter o foco 100% numa única atividade. A técnica exige prática e comprometimento, mas a sensação de o trabalho estar sendo feito, a sensação de estar dando o máximo de si no trabalho, trazem ganhos significativos para a melhora de ânimo e bem-estar psicológico, o que leva a mais aumento de produtividade.

Além da técnica diminuir esta tal ansiedade de tempo abstrato (o que por si só já valeria a pena), ela é importante por servir tanto como unidade de trabalho (“neste pomodoro vou terminar o cadastro de clientes”) quanto como uma medida de estimativa de esforço (“levo 1 pomodoro para fazer um cadastro simples, então acho que esta tarefa leva 3 pomodoros, pois é mais complexa”).

Essa característica de poder ser utilizada como uma estimativa de esforço (e tempo), o torna muito útil em equipes que utilizam Scrum no desenvolvimento, já que Scrum prevê uma reunião inicial de planejamento das atividades em cada iteração do projeto, e nesta reunião as tarefas a serem realizadas são estimadas a fim de planejar o prazo.

Ora, se o pomodoro pode ser utilizado como estimativa de esforço/tempo, equipes de scrum que o utilizam em seu auto-gerenciamento acabam tendo uma idéia melhor da dimensão de esforço/tempo que representa cada unidade de pomodoro, e, portanto, conseguirão fazer estimativas melhores e, consequentemente, o prazo e o planejamento são mais reais, tornando o sucesso do projeto um pouco mais próximo.

Estimativas costumam ser feitas em dias, horas de trabalho ou um número de peso relativo a uma tarefa de custo bem conhecido. Mas pessoas que não trabalham com algo como o pomodoro não tem a idéia tão formada de quanto vale seu trabalho, pois o estão fazendo continuamente, enquanto pessoas que trabalham com pomodoro estão constantemente regulando seu trabalho em intervalos de comprimento fixo, e isto faz com que a idéia de esforço desprendido seja melhor entendida.

Iniciando no Pomodoro

Para iniciar-se na técnica de pomodoro, talvez seja bom dar uma lida em algum material sobre a técnica e também é útil escolher algum timer para medir o tempo dos pomodoros.

O pomodoro timer clássico é como um timer de cozinha no formato de um tomate (pomodoro é tomate em italiano), mas qualquer ferramenta de cronômetro pode ser utilizada, porém é importante que a ferramenta emita algum sinal que você possa perceber durante o trabalho (pois se depender de ficar checando o tempo, não estará totalmente focado na tarefa atual, e poderá deixar o tempo do pomodoro se prolongar caso se distraia na tarefa principal).

Existem várias opções específicas de timer para pomodoro, desde timers físicos, como os de cozinha, softwares de timer para PC e dispositivos móveis.

Algumas aplicações de pomodoro timer:

1- Keep Focused
2- Pomodairo
3- Pomodoro Timer pra IPhone

Referências

Site “The Pomodoro Technique”
Livro “The Pomodoro Technique” – Francesco Cirillo (grátis para baixar)
Livro “Use a Cabeça – Desenvolvimento de Software – Dan Pilone & Russ Miles

 

3 comments on “A técnica de Pomodoro no desenvolvimento de software

  1. Ótimo post…

    Eu uso o EGGTIMER no meu cel da nokia (dow free pelo OVI). É simples e serve para esse objetivo.

    []’s

  2. nessa_uepa on said:


    André:

    Ótimo post…

    Eu uso o EGGTIMER no meu cel da nokia (dow free pelo OVI). É simples e serve para esse objetivo.

    []‘s

    Parece que tem duas apps na loja da Nokia pra esse Egg Timer, uma versão touch e outra não:
    Egg Timer Free: http://store.ovi.com/content/40064
    Egg Timer Touch: http://store.ovi.com/content/12854

  3. Pingback: Tweets that mention A técnica de Pomodoro no desenvolvimento de software -- Topsy.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>